Quer praticar o francês, ou melhorar os seus conhecimentos linguísticos.
Deixem-me contar-lhes a história do nosso “café de línguas”.
Decidi criar a minha escola online durante a pandemia de coronavírus. Eu queria criar um lugar onde se pudesse aprender uma língua de uma forma descontraída, sem stress, sem gravatas, mas eficiente.
Após mais de dez anos a trabalhar como professor de francês em várias escolas e para várias organizações, decidi tornar-me independente.

A criação da minha própria escola de línguas online é para mim uma oportunidade de fazer as coisas de forma um pouco diferente. É uma oportunidade de desenvolver cursos que vão ao encontro das expectativas e exigências dos estudantes, mas que também podem alargar a sua cultura geral e os seus conhecimentos sobre a França, para além do aspecto linguístico. É por isso que tenho cursos de literatura francesa para os estudantes mais avançados, para além dos cursos mais tradicionais. Posso também preparar o exame de imigração para estudantes que queiram estudar em França.

Como professor independente, também posso desenvolver uma relação de confiança com os alunos. Sem mudanças, sem professores incessantes, sem problemas de continuidade nos métodos utilizados, e uma flexibilidade pedagógica que escolas ou locais maiores não se podem permitir.

É claro que em troca só posso aceitar um número limitado de estudantes. Para responder parcialmente a este problema, lancei aulas de grupo online (onde praticamos conversação em francês). Tanto quanto sei, sou o primeiro a fazer isto, um exclusivo mundial!

Ser independente também me permite utilizar ferramentas de comunicação como Wechat para estudantes chineses que não têm necessariamente acesso ao Skype ou ao Zoom. Para que todos possam estudar qualquer que seja o seu país de origem.

Os preços: tento propor um preço justo considerando a minha experiência no ensino do francês (e se compararmos com as tarifas das Alianças Francesas que são demasiado caras para o serviço proposto). Recuso as lições baratas oferecidas por alguns sítios. Esta prática de pagar mal o professor é, na minha opinião, uma falta de respeito pelas pessoas sérias que trabalham e têm de pagar as suas contas, e só leva a aulas de má qualidade para estudantes, professores que mudam frequentemente, etc…

Também ofereço cursos online, com vídeos, questionários e ficheiros áudio para aqueles que querem trabalhar fora das aulas, ou preparar um exame por si próprios. Estou constantemente a trabalhar para aumentar a quantidade de cursos disponíveis (se quiser ver como são os cursos, alguns deles estão disponíveis gratuitamente, basta inscrever-se no site).

É tudo para a apresentação, agora só tem de reservar uma lição:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *